Expresso Cultural

últimas notícias

Crítica: Cartas Extraordinárias, de Shaun Usher

Postado por: Stephany Guebur 0 Categoria: Literatura
collage

Fotos: Camila Tebet/Expresso Cultural

Cada vez mais as pessoas trocam e-mails e outros dados on-line, que podem ser deletados e esquecidos, mas nada melhor do que uma boa e velha carta redigida à mão. Shaun Usher é o responsável pela criação do blog Letters Of Note, que deu origem ao livro Cartas Extraordinárias, publicado no Brasil pela Companhia das Letras.

O livro reúne 125 cartas notáveis que são escritas por pessoas notáveis como Rainha Elizabeth, Virginia Woolf, Charles Dickens, Fidel Castro, Ray Bradbury, Galileu Galilei, Leonardo Da Vinci, Elvis Presley, John F. Kennedy, entre outras. Sejam elas escritas para anônimos ou não, podemos perceber o poder que a escrita possui. Todas as cartas apresentadas possuem um pequeno texto colocando o leitor dentro do contexto no qual ela foi escrita. Algumas das cartas são colocadas como imagens, mostrando sua versão original, o que enriquece a experiência.

A obra não precisa ser lida em ordem e nem inteira, de uma vez só. A pessoa pode somente ler as cartas de pessoas que lhe interessam – mas aviso que vai perder muitas cartas importantes.  Todas as pessoas que acreditam no poder da palavra poderão sentir diferentes emoções ao ler as mensagens apresentas pelo autor. Muitas delas possuem significado histórico, algumas trazem tramas, intrigas, decepções, alegria e paixão.

O trabalho de edição foi muito bem elaborado pela Companhia das Letras, é possível perceber um cuidado com a diagramação e também com a tradução. Uma curiosidade é que a carta mais cara a ser vendida em um leilão também se encontra ali. Ela vale US$5,3 milhões e foi escrita por Francis Crick ao seu filho de 12 anos, explicando que ele tinha descoberto a estrutura do DNA. A mensagem foi escrita em 1953.

As cartas que Shaun Usher inseriu no livro trazem reflexões e torna o leitor íntimo das pessoas que as escreveram, principalmente das celebridades, já que é possível conhecê-las de uma maneira diferente.

img_0825

Foto: Camila Tebet/Expresso Cultural

Além do blog Letters Of Note, o autor ele possui também o Lists of Note e o Letter Heady. O projeto Letters Of Note surgiu no ano de 2009 e agora é um museu de cartas, que ajuda a compreender o passado por meio de milhares de correspondências.

 

Links dos projetos de Shaun Usher:

Letters Of Note – http://www.lettersofnote.com/

Lists of Note – http://www.listsofnote.com/

Letter Heady – http://www.letterheady.com/

Todos os projetos do autor estão em inglês

 

Para você sentir um pouco de como é o livro, segue uma carta na íntegra:

“Querido presidente Nixon,

Eu soube que o senhor está com pneumonia. Saí do hospital ontem e estava com pneumonia e espero que o senhor não tenha pegado de mim. Agora o senhor tem de ser um bom menino e tem de comer a verdura assim como eu tive!! Se o senhor tomar o remédio e as injeções, vai sair em oito dias como eu.

Com amor, John W. James III

8 anos”

Esta foi uma carta escrita em junho de 1973 quando o presidente americano Nixon pegou pneumonia e teve que ver as audiências relacionadas ao caso Watergate pela televisão, mas recebeu o apoio de John W. James III – um menino de oito anos cuja a carta chegou às mãos do presidente durante sua recuperação e divertiu a tal ponto dele ler para seus assessores quando voltou a Casa Branca.

 

Ficha técnica

Editora: Companhia Das Letras
ISBN: 9788535925111
Gênero: Cartas
Publicação: 2015
Páginas: 367

Stephany Guebur

Recém-formada em jornalismo, ama cultura de uma maneira geral. Acredita que tudo na cultura tem um porquê e deve ser passado através de gerações. Vive nas nuvens e um de seus sonhos é ser comissária.